Acumulando Uma Porrada de Milhas e Mantendo o Status na British Airways

Ontem a American Airlines estava com uma promoção interessante para alguns destinos nos Estados Unidos em classe Executiva. O mais interessante da tarifa era que ela permitia que você ficasse apenas 1 ou 2 dias no destino ao invés dos 7 que as tarifas mais baratas na executiva obrigam você a ficar. Não foi um promo bug, mas o preço e as datas deram certinho com o meu planejamento.

As opções eram Miami, Orlando, Nova York, Las Vegas e São Francisco. Entrei no site da American e efetuei algumas reservas, já que o sistema permite reservar sem custo as passagens durante 24 horas. São Francisco era a opção mais cara, porém a única dessas cidades que eu não conheco e a que permitia vôos com conexão curta e com grande acumulo de milhas e tier points.

Meu principal programa de fidelidade é o Executive Club da British Airways, que depois das recentes mudanças beneficia ainda mais quem voa em classe premium. Com a BA você ganha Tier Points para manter o status. Para o GOLD você precisa de 1500 pontos, Silver são 600 e Bronze são 300 pontos. A empresa também pede que você voe no mínimo 4 trechos em vôos BA para ter o status.

Em vôos de longo curso do Brasil pros EUA (exceto Los Angeles que pontua mais) a BA pontua da seguinte forma:

classe econômica promo: 20 tier points
classe econômica cheia: 35 tier points
classe executiva: 140 tier points
primeira classe: 210 tier points

Como os vôos dentro dos EUA pontuam como primeira classe você consegue acumular uma cacetada de milhas e de tier points.

GRU-MCO de TAM: 140 tier points (executiva)
MCO-LAX de American: 210 tier points (primeira classe)
LAX-SFO de American: 60 tier points (primeira classe)
SFO-JFK de American: 140 tier points (executiva)
JFK-GRU de American: 140 tier points (executiva)

No total com os bônus vou acumular umas 32 mil milhas e ganhar 690 tier points nessa viagem. Tudo isso por R$ 3540,00. Acredito que vale muito a pena.

Além disso vamos ter relatos de aviões aqui no blog nunca antes voados como o novo 777-300 da American, o 767 com a nova classe executiva da TAM e o A321T da American que tem 3 classes de serviço. Todos esses vôos são em poltronas que reclinam 180 graus, o único sofrimente fica no vôo de MCO pra LAX e depois pra SFO que é operado por um 737-800 com aqueles assentos sem graça da First.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *