Como Economizar na Viagem de Fim de Ano Para a Flórida

Como vocês tem acompanhado aqui no site as passagens para o fim do ano pros Estados Unidos estão com valores bem interessantes, principalmente para a Flórida. Mas com o dólar a R$ 4,00 o pessoal fica com medo de comprar a passagem barata e gastar muito lá.

Vamos viajar no fim do ano para a Flórida e vou passar algumas dicas que vamos seguir afim de economizar o máximo durante a viagem.

1) Aluguel de carro

car rentalFonte: www.floridaduifr44insurance.com

O preço do aluguel varia muito de uma empresa pra outra, mas quando eu digo muito é MUITO mesmo. O segredo aqui é ir direto nos sites da empresa para verificar as ofertas. Eu sempre reservava com a Sixt nos EUA, a empresa tem uma atuação pequena nos EUA e por isso tem preços bem melhores. Mas no final do ano acabei reservando com a Dollar que estava com um preço bem mais em conta do que as outras. Só para efeito de comparação eu reservei um carro por uma semana por 214 dólares, o mesmo veículo em outras empresas estava custando de 300 a 1200 dólares.

Se você tiver um cartão Platinum, Infinite ou Black também fica a dica de negar os seguros oferecidos pela locadora, já que os cartões oferecem a cobertura.

As principais empresas que procuro são: Sixt, Dollar, Enterprise, AvisThrifty e Hertz.

Em alguns casos reservar em sites como Decolar.com ou Expedia podem valer a pena. No caso do Decolar.com você pode dividir sem juros e pagar em reais, evitando assim o IOF.

Eu sempre pago o carro em espécie nos EUA, você ainda vai precisar do cartão de crédito para o caução mas basta informar que quer pagar em espécie no retorno.

2) Hotel

unnamed (13)

Hotéis nos Estados Unidos seguem a regra: onde fica um ficam quatro. Ou seja, o preço do quarto individual é geralmente o preço do quarto quadruplo. Eu sempre fico em hotéis de rede, já que você sabe o que esperar quando chegar lá. No caso dos hotéis mais econômicos como Holiday Inn Express (da rede IHG) e Hampton Inn (da rede Hilton) você ainda tem o café da manhã incluso.

No caso de Orlando espere pagar algo em torno de 100 dólares por um quarto nas redes mais baratas. Eu tenho uma teoria: hotel bom é hotel novo, então veja no TripAdvisor as condições reais do hotel e reserve sem medo. Como você vai estar de carro (nos EUA o único lugar que não aconselho carro é Nova York) você pode ficar em um hotel um pouco mais afastado, em 30 minutos você estará nos parques.

Em Miami os hotéis são mais caros, bem mais caros. Procure hotéis próximos ao aeroporto, que você consegue achar um preço bem mais em conta e como o aeroporto de Miami fica na cidade você não vai gastar muito tempo no trânsito para chegar nos destinos. Além disso você pode usar o benefício do Hoteis.com que deixa você pagar em reais, sem iof e dividido em até 12x no cartão de crédito.

3) Compras

como é comprar no amazon lockers

Veja o que vale a pena comprar, com a recente alta do dólar tem muita coisa que não tá valendo a pena. Óculos, perfumes, bebidas estão mais baratos no Brasil que nos EUA (pelo menos até os estoques antigos acabarem). Vá atrás de promoções e cupons de lojas e faça sempre uma pergunta no caixa: “Do you have any other offers or coupons that you could apply”. Funciona pelo menos na metade das vezes, na minha última compra consegui 25% a mais de desconto apenas perguntando isso.

Comprar via internet e mandar entregar no Hotel também é uma opção, já que geralmente os preços da Amazon.com são bem interessantes.

4) Parques 

SFMM-_Full_Throttle_2

O Decolar.com deixa você comprar ingressos pros parques da Disney, Universal, Sea World e Busch Gardens pagando em reais e dividindo em até 6x sem juros.

Outra dica é levar comida pros parques, uma prática muito adotada por americanos mas vista como farofagem pelos brasileiros. Não estou falando pra levar um frango assado com farofa, mas dá pra levar umas barras de cereais e outros lanches rápidos além de uma garrafa para encher de água durante o dia.

5) Alimentação

In-N-Out-Double-Double-and-Fries

O conceito de Fast Casual é amplamente difundido nos EUA: Olive Garden, Outback, Chilli´s, Red Lobster, entre outros, estão espalhados em cada esquina. Mesmo sendo uma opção econômica você ainda gasta cerca de 20 dólares por pessoa sem falar da gorjeta (15 a 20% do valor da conta). Na maioria deles o segredo pra economizar é dividir o prato, já que as porções são generosas. Além disso pessa sempre “tap water”, a famosa água da pia, que não custa nada e ainda mata a sede.

Caso o orçamento seja ainda mais apertado basta ir em umas das milhares de opções de fast food e ficar de olho no Dollar Menu. Todas as grandes redes tem opções que custam 1 dólar (ou um pouco mais). O Mc Donald´s recentemente começou a servir as opções de café da manhã durante todo o dia, e como os itens do café são mais baratos que os sanduiches, você pode pedir e economizar.

O dólar alto assusta, mas se tudo for planejado (e até mesmo se cortarmos alguns supérfulos) as viagens continuam.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *