Vôo Copa Airlines Panamá – Recife em classe executiva (1º Trip Report)

Depois de três vôos com a Copa finalmente nesse conseguimos o upgrade pra classe executiva. O upgrade foi dado para 2 passageiros por causa do nosso status no Mileage Plus, programa de fidelidade que a Copa divide com a United (pelo menos até Julho desse ano)


1º Trip Report – Panamá e St. Maartin

1) Vôo Copa Airlines REC-PTY em classe econômica
2) Hotel Hilton Panama
3) Hotel Holiday Inn Express Distrito Financiero
4) Vôo Copa Airlines PTY-SXM em classe econômica
5) Hotel Mercure St. Maarten Spa and Marina 
6) Vôo Copa Airlines SXM-PTY em classe econômica
7) Vôo Copa Airlines PTY-REC em classe executiva (ESSE POST)


Empresa: Copa Airlines
Vôo CM 0403
Equipamento: Boing 737-700
Assento: 2F
Saída: 21h52 – Chegada: 07h08 (+1) – Duração: 7h16m

Como tinhamos mais de sete horas de conexão, passamos grande parte do tempo na sala vip da Copa, a Copa Club. A sala não tem muita opção de comida (basicamente queijo e crackers), então sugiro comer algo no food court e depois se dirigir a sala. Na opção de bebidas a coisa fica um pouco melhor, com várias opções de cerveja e vinho sem cobrança. Como tudo é servido por um funcionário, gorjetas são padrão, no meu caso a cada 2 cervejas eu deixava uma nota de 1 dólar.

Copa Club
Copa Club

Chegamos na sala às 3 da tarde e saimos às 9 da noite, ela fica bastante movimentada lá pelas 6, e acaba faltando lugar pra sentar. A sala conta também com dois chuveiros para banho.

O embarque foi realizado no portão 3, que da uns bons 10 minutos de caminhada da sala vip da Copa. A classe executiva estava com 11 dos 12 assentos ocupados, a Copa tem 3 fileiras de executiva no 737-700 na configuração 2-2. Preferimos ficar na fileira 2 do lado direito da aeronave.

Assento da executiva do 737-700 da Copa Airlines
Assento da executiva do 737-700 da Copa Airlines

Como pode se ver pela foto, o assento não é dos mais confortáveis e reclina apenas 15 graus, ou seja, não é o ideal para um vôo noturno de 7 horas. Eles são bastante semelhantes ao que as empresas americanas oferecem nos vôos internos dos EUA (1st class). Falta um apoio para os pés e uma reclinação maior. Os novos boeing 737-800 da Copa já contam com assentos mais novos e confortáveis, mas não espere uma cama nos vôos da Copa.

Por se tratar de upgrade não dá pra reclamar muito, já que as vantagens em relação a econômica são enormes, mas não compensa pagar o preço que a Copa cobra pra voar em executiva.

Amenity Kit da Copa Airlines
Amenity Kit da Copa Airlines

Logo foi oferecido o amenity kit, que contava com escova e pasta de dente, tapa olhos, plugs de ouvido e alguns cremes. O kit veio em uma embalagem que fala do BioMuseo, uma das novas atrações da Cidade do Panamá.

Os fones de ouvido distribuidos para a classe executiva, apesar de não serem noise-cancelling eram infinitamente superior aos oferecidos na classe econômica.

Fones de ouvido da executiva da Copa Airlines
Fones de ouvido da executiva da Copa Airlines

A Copa distribui um cardápio com as opçoes disponíveis no vôo. Aqui vale uma ressalva, apesar de estar voando do Panamá pra Recife o cardapio era do vôo do Panamá para Cordoba. Como estavamos na segunda fileira quando a aeromoça chegou para tirar os pedidos fomos informados que não tinha mais opção de escolha do prato principal e teriamos que ficar com a o tortei de ricota e molho branco. O vinho também foi um problema, minha primeira escolha não estava disponível, tendo que me contentar com o outro vinho branco oferecido.

Warm nuts e vinho
Warm nuts e vinho

O serviço começou com warm nuts, que estavam caprichadas na pimenta. Logo depois foi oferecida uma sopa de batatas, que apesar de não parecer muito apetitosa estava muito gostosa.

Sopa de batatas
Sopa de batatas

Logo em seguida foi servido o prato principal, a outra escolha da noite era filé, mas como acabou antes de chegar na gente o jeito foi comer massa. O prato veio quente e estava saboroso, o recheio da massa era ricota com espinafre.

Tortéi de ricota e queijo
Tortéi de ricota e queijo

Logo depois foi oferecido sobremesa, acabei escolhendo o sundae com cobertura da caramelo. Apesar de ter mais cobertura que sorvete, estava bem gostoso.

Sundae de caramelo
Sundae de caramelo

O serviço foi rápido, e logo depois aproveitei para cochilar um pouco, mesmo os assentos da executiva da Copa não sendo os melhores nem mais comfortáveis para um vôo de 7 horas.

Depois de cochilar por umas 3 horas, já que os assentos são muito ruins pra dormir, foi iniciado o serviço de café da manhã. No cardápio mencionava uma entrada e depois uma escolha entre waffles de maça ou ovos mexidos. Acontece que depois de servir queijos e frios com um pão, a aeromoça recolheu a bandeja e sequer mencionou o que estava no cardápio.

Café da manhã? Faltou comida
Café da manhã? Faltou comida

Acabamos ficando com fome e tomamos café quando chegamos em Recife. Acredito que houve confusão em relação ao cardápio porque ele era de outro vôo, mas a opção oferecida no café foi muito ruim.

De forma geral a classe executiva da Copa é um produto bom, o serviço deixou um pouco a desejar mas a aeromoça que atendeu a gente no vôo era muito prestativa e educada.

Como estavamos voando na executiva por upgrade, em razão de ser membro Gold do Mileage Plus, acredito que qualquer coisa é melhor que a classe econômica, mas não acredito que se estivesse pagando pra voar na executiva teria ficado satisfeito. Não vá achando que você vai encontrar uma cama que deita e e uma noite tranquila de sono, mesmo em vôos de mais de sete horas de duração.

Estarei voando com a Copa mais algumas vezes nos próximos meses, também no 737-800, é esperar que consiga pegar um vôo com os novos assentos para comparar as mudanças.

Chega no final o nosso primeiro Trip Report. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *